Na última sexta (16), o Hospital Mestre Vitalino recebeu os seis residentes médicos aprovados no Processo Seletivo da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Desde o início da semana eles estão atuando na unidade, distribuídos da seguinte forma: três na clínica médica, dois na cirurgia geral e um na anestesiologia, conforme vagas dispostas no edital. 

O HMV é unidade de ensino e irá formar esses seis profissionais no período de dois anos para a clínica médica e cirurgia geral e três anos na especialidade de anestesiologia. Na sexta foi realizada uma recepção ao grupo e uma visita ao Hospital guiada pelo Dr. Marco Túlio, diretor médico da unidade.

 

 

Dia 08 de março além de ser uma data representativa para a luta e resistência das mulheres, é também o Dia Mundial do Rim, um alerta para a atenção e os cuidados necessários para prevenção das doenças renais. O Hospital Mestre Vitalino contou com uma programação especial ontem (08). 

Logo pela manhã, acompanhantes e pacientes participaram de uma palestra com a equipe de Serviço Social e Psicologia da unidade sobre os Direitos Humanos da Mulher. Por volta das 11h, a Equipe de Hemodiálise do HMV realizou uma ação de conscientização sobre doenças renais, na recepção do ambulatório. A tarde a ação de conscientização foi realizada por volta das 14h no hall das clínicas. E ás 15h foi a vez dos colaboradores participarem de uma palestra com Carine Oliveira, representante da Secretaria da Mulher de Caruaru.

 

 

Evento contou com a presença dos gestores das unidades administradas pela OS

 

De 28 de fevereiro até 01 de março, o Hospital Mestre Vitalino sediou o Seminário de Gestão Estratégica da Filantropia do HTri, realizado pela Audisa. O objetivo do evento foi promover uma imersão dos gestores das 10 unidades administradas pela O.S, sobre o 3º setor e sua normatização. “Nesse seminário nós trouxemos para os gestores um embasamento legal sobre o 3º setor, discutindo sobre as organizações sem fins lucrativos e não governamentais, as filantrópicas, até chegar às filantrópicas de saúde”, explicou Eduardo Melo, Sócio Diretor da Audisa.

Durante os três dias, os participantes tiveram palestras ministradas por Eduardo Melo, Ricardo Monello, Carlos Silva e Tatiane Balhes. Para Ricardo Monello, Sócio Diretor da Audisa, o seminário é um espaço onde todos os gestores podem ter uma visão maior sobre o 3º setor, e isso chega diretamente à ponta do serviço, que é o atendimento aos pacientes. “Durante esses dias trouxemos abordagens sobre a legislação específica, o que viabiliza um planejamento mais eficaz das responsabilidades de uma O.S. Isso favorece uma gestão melhor, e acaba permitindo também um atendimento melhor”.

“Para nós do HTri foi sobretudo, um momento de encontro, de partilha de cultura, de ensinamento e de conhecimentos de tudo que preconiza o 3º setor. Esse seminário foi engrandecedor para todos nós, e veio para possibilitar uma compreensão neste momento de mudanças do eSocial e de modernização das OS’s”, destacou Dr. Gil Brasileiro, gestor administrativo da Organização Social de Saúde Hospital do Tricentenário.

Além dos gestores, estiveram presentes representantes da Província da Santa Cruz das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, congregação e entidade mantenedora a qual o Hospital do Tricentenário é vinculado.

 

Unidade inicia esse mês sua própria residência com seis aprovados

 

A partir deste mês de março, o Hospital Mestre Vitalino irá contar com 10 novos médicos residentes, sendo quatro deles da Universidade Federal de Pernambuco, e seis aprovados no Processo Seletivo da Secretaria Estadual de Saúde (SES). 

Os residentes da UFPE iniciarão suas atividades hoje (02) e irão atuar na clínica médica, os residentes do HMV estarão na unidade a partir do dia 16, divididos da seguinte forma: três na clínica médica, dois na cirurgia geral e um na anestesiologia. 

O HMV é unidade de ensino e irá formar esses seis profissionais no período de dois ou três anos, dependendo da especialidade.

O evento teve como tema “Fortalecendo a cultura de segurança do paciente”

 

Teve início na segunda (19) a I Semana da Qualidade no Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru. O evento foi uma ação do Núcleo de Segurança do Paciente, que é composto por uma equipe multiprofissional, e seguiu até a quinta (22). O objetivo foi capacitar todos os profissionais da unidade para uma melhoria da qualidade do atendimento, fortalecendo desta forma uma cultura de segurança para os pacientes.

A programação começou às 09h, com a abertura da semana, e seguiu com a palestra de gerenciamento da qualidade. No dia (20), a programação iniciou às 14h com a formação sobre as Metas Internacionais de Segurança do Paciente, voltadas para a Meta 1 – Identificar corretamente o paciente, e a Meta 2 – Melhorar a comunicação entre os profissionais. Na quarta (21) a formação continuou a partir das 14h com a abordagem sobre a Meta 3 – Segurança da prescrição, no uso e administração da medicação, e a Meta 4 – Cirurgia segura.  Na quinta (22), último dia do evento, a palestra começou às 9h e trouxe uma explanação sobre a Meta 5 – Higienização das mãos, e a Meta 6 – Redução dos riscos de queda e de lesão por pressão.

Desde dezembro de 2017, o HMV passou a contar com uma enfermeira especializada em qualidade no seu quadro de funcionários. “Com a inclusão desta profissional no quadro, já percebemos até então uma diminuição nas notificações de eventos adversos, ou seja, reduziu-se as ocorrências que expõem o paciente a algum risco. O evento agora vem para reforçar a importância de seguirmos rigorosamente as Metas Internacionais de Segurança do Paciente, em busca de um serviço cada vez melhor”, explicou Renilde Melo, coordenadora de enfermagem do HMV. As ações visam um melhora no gerenciamento de segurança, uma vez que se torna possível quantificar os riscos e introduzir medidas de melhoria na assistência do paciente.

 

Localização

© 2017-2018 Hospital Mestre Vitalino. Todos os direitos reservados