Ação tem por objetivo a diminuição do risco de contágio dentro da unidade

 

Visando minimizar os riscos de infecção pelo novo coronavírus, o Hospital Mestre Vitalino está adotando medidas de controle de acompanhantes. A ação visa reduzir a proliferação da doença e proteger pacientes, acompanhantes e colaboradores. Para isso, durante esta semana está sendo feito um trabalho educativo para informar os familiares sobre as novas determinações. Durante este momento da pandemia, apenas os pacientes da Clínica Pediátrica terão autorização para seguir com acompanhantes.

Como já divulgado anteriormente, as famílias receberão informações sobre o boletim de saúde, em dias alternados, de segunda a sexta, via call-center do HMV. “Neste momento, o Hospital Mestre Vitalino tem feito um trabalho preventivo para evitar o risco de contágio dentro da unidade. Iniciamos com a suspensão temporária das visitas e agora seguimos com um novo protocolo para acompanhantes. A ideia é proteger a todos e favorecer o combate a este inimigo invisível”, esclarece o Dr. Marco Túlio, diretor médico do HMV.

O Hospital Mestre Vitalino é referência para os atendimentos de pacientes infectados pelo novo coronavírus nas 4a e 5a regiões de saúde de Pernambuco. Até o momento a unidade já atendeu 72 pacientes com Covid-19, e segue elaborando medidas de prevenção e ampliando as ações de combate ao vírus.

 

 

 

Readequação da unidade possibilitou o aumento de leitos

 

Com o crescimento de casos de infecção pelo novo coronavírus, o Hospital Mestre Vitalino (HMV), localizado em Caruaru, disponibilizou nesta quarta (20), 10 leitos de UTI para tratamento da Covid-19. Este aumento foi realizado por meio de uma readequação e redistribuição dos leitos já existentes.

Tendo em vista que neste período há setores com menor demanda, a unidade redistribuiu os leitos e 10 deles ficaram disponíveis para auxiliar no enfrentamento da pandemia. “Junto com nossa direção médica e o gabinete de crise, desde o início do crescimento da doença no interior, estamos traçando medidas internas para melhor funcionamento da unidade. Na última semana estudamos a possibilidade de readequação do nosso quantitativo de leitos e conseguimos separar mais 10 deles para os pacientes com Covid-19”, explicou o diretor geral do HMV, Dr. Marcelo Cavalcanti. 

As 10 vagas serão disponibilizadas na Central de Leitos, que é responsável pela regulação e encaminhamento dos pacientes. Com essa ação, o HMV totaliza 40 leitos de UTI para tratamento da Covid-19, lembrando que a unidade dispõe ainda de 25 leitos de enfermaria.  Recentemente o HMV foi contemplado com um hospital de campanha que está em construção no pátio da unidade, neste espaço estarão disponíveis 104 leitos, sendo 76 de internação clínica, 26 de tratamento semi-intensivo e 02 de estabilização.

 

 

Unidade instalou call-center para repassar boletins aos familiares

 

A partir da próxima segunda (04), todas as visitas aos pacientes internos no Hospital Mestre Vitalino (HMV) serão suspensas por tempo indeterminado. A medida visa evitar a disseminação do vírus e o contágio em pacientes, acompanhantes e familiares. Para facilitar o acompanhamento do estado de saúde, o HMV instalou um call-center que irá repassar as informações do boletim para as famílias. 

"Este é um momento muito delicado para a área de saúde, e tomamos neste momento esta medida como prevenção, para garantir mais segurança para nossa unidade e para os familiares dos nossos pacientes. Mas sabemos também que o distanciamento causa preocupação na família, por isso estamos com uma equipe de call-center composta por médicos e outros profissionais da assistência que irão repassar as informações via telefone", esclareceu o gestor geral da unidade, Dr. Marcelo Cavalcanti. 

A unidade reforça que as famílias devem aguardar as ligações que serão feitas pelos profissionais. Em nenhuma hipótese serão repassados dados, caso a família entre em contato com a unidade, isso garante a segurança e impede que pessoas mal-intencionadas recebam informações para uso indevido. Além disso, o HMV reforça que é uma unidade 100% SUS, que não cobra nenhum valor pelos serviços prestados. As famílias devem ficar atentas a qualquer ligação suspeita onde seja exigido repasse e/ou pagamento de valores.

As informações de pacientes internos na UTI Covid serão repassadas diariamente de segunda a sexta. Já sobre pacientes internos nos demais setores, as equipes irão entrar em contato em dias alternados, de segunda a sexta. A unidade se reserva a efetuar a ligação para apenas um familiar cadastrado na admissão do paciente.

Com 35 dias e 22 dias de internação, respectivamente, pacientes seguem para a enfermaria

 

Em tempos difíceis, uma boa notícia sempre acalenta o coração e renova as esperanças. Foi exatamente assim que se sentiram os colaboradores da UTI I (Covid – 19) do Hospital Mestre Vitalino (HMV), no Agreste de Pernambuco, neste último fim de semana. Dois pacientes que estavam internados há 35 dias e 22 dias receberam alta médica e seguiram para a enfermaria da unidade.

O primeiro paciente a receber alta na unidade, tem 55 anos e é natural da cidade de Vitória de Santo Antão. Ele estava há 22 dias internado na UTI e há 17 dias em ventilação mecânica, com um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), motivada pela Covid-19. No último sábado (09), foi dia de celebrar a alta depois deste longo período. Ao seguir para a enfermaria, os colaboradores envolvidos na linha de frente prestaram uma homenagem ao paciente. 

“O momento das altas dos pacientes significa que estamos no caminho certo. Cada um de nós vibra por estas vidas que são recuperadas, e tudo isso reflete o esforço da nossa equipe. O nosso trabalho hoje ganha um novo significado. Estamos todos muito felizes em fazer parte da linha de frente em um momento tão importante para a cenário mundial da saúde”, destacou Beatriz Deodato, enfermeira diarista da UTI 1 (Covid-19).

Já no domingo, outro paciente recebeu alta para enfermaria. Ele tem 44 anos, é da cidade de João Alfredo, e estava há 35 dias na UTI e há 31 dias em respiração mecânica também com um quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). A família do paciente recebeu a notícia com muita alegria, gratidão a Deus e aos profissionais da linha de frente. “Meu dia das mães não poderia ser melhor. Recebi a notícia que meu esposo saiu da UTI, estou muito feliz e agradeço muito a essa equipe maravilhosa. Foi o melhor presente do mundo. Obrigada meu Deus”, contou Josefa Barbosa, esposa do paciente. 

Momentos como estes renovam as forças das equipes neste período de combate ao Covid-19. “Para todos nós é momento de celebrar essas vitórias, isso renova as esperanças e nos dá forças para continuar esta grande batalha. É uma prova que atuando da maneira correta, com o empenho dos nossos colaboradores e com fé, nós poderemos vencer”, pontuou Dr. Marcelo Cavalcanti, diretor geral do HMV.

Unidade recebeu capacitação do Hospital Sírio Libanês

 

Na última quinta-feira (23), o Hospital Mestre Vitalino recebeu a visita do Dr. Marcelo Pedreira do Hospital Sírio Libanês que realizou uma capacitação para os gestores e coordenadores da unidade sobre as ações do projeto Lean para combate ao Covid-19. As orientações auxiliaram a unidade sobre como criar e gerir um gabinete de crise, ferramenta indispensável para a boa gestão neste período. 

Na terça (28), o HMV implantou o gabinete que irá acompanhar todos os indicadores deste período de pandemia do novo coronavírus. "A ideia é conseguir realizar um monitoramento diário dos dados relacionados a pandemia, para gerir a unidade com mais eficácia e conseguir deter ao máximo este grande inimigo invisível que estamos enfrentando. Além de fornecer indicadores para nutrir as informações do Estado", explicou o diretor geral da unidade, Dr. Marcelo Cavalcanti. 

O gabinete de crise é composto por um organograma que passa pelo comando (gestão), área de apoio, comunicação, planejamento, operações, administrativo financeiro e recursos humanos, e o setor de logística. O grupo já começou a funcionar e se reunirá diariamente para atualização dos dados, análise dos números, acompanhamento e monitoramento do Hospital. 

 

Localização

© 2017-2020 Hospital Mestre Vitalino. Todos os direitos reservados