Em parceria com o Hemope as atividades visam ampliar o banco de doadores

 

A cada mês, as unidades e serviços de saúde estão voltadas para a conscientização e combate a diversas enfermidades, em fevereiro não é diferente. Neste mês que carrega a cor laranja, a campanha alerta para o combate à leucemia. A doença tem início na medula óssea, onde o sangue é produzido. A meta principal é destacar a importância da doação de medula e captar doadores para o banco.

De 17 a 19 de fevereiro, uma equipe do Hemope está no Hospital Mestre Vitalino realizando palestras com acompanhantes e colaboradores sobre a importância da doação. Para quem se interessar em ser doador, haverá a possibilidade de realizar o cadastro e a coleta da amostra.

O objetivo da ação na unidade é conscientizar e captar novos doadores, fortalecendo assim o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea - REDOME, o que amplia as possibilidades de compatibilidade para quem aguarda por uma doação.

O transplante de medula óssea é um tipo de tratamento proposto para algumas doenças que afetam as células do sangue, como as leucemias e os linfomas. Consiste na substituição de uma medula óssea doente, ou deficitária, por células normais, com o objetivo de reconstituição de uma nova medula saudável.

 

Localização

© 2017-2020 Hospital Mestre Vitalino. Todos os direitos reservados