O Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, através da Secretaria de Saúde do Estado e da Central de Transplantes de Pernambuco, vem capacitando sua equipe para que seja implantada na unidade uma Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT). Essa comissão é responsável por identificar e captar potenciais doadores, além de explicar aos familiares o que é a morte encefálica, e sensibiliza-lo para doação “Nosso objetivo é desenvolver um olhar diferenciado e reconhecer um possível doador. Com a chegada da CIHDOTT reforçaremos a conscientização, não apenas para a família, mas também para toda equipe. É preciso entender que não estamos apenas lidando com a morte, mas com a chance de salvar vidas”, explica Mayara, Enfermeira do HMV, que fará parte da comissão ao lado de mais uma enfermeira e um médico.


Após a total implantação da comissão, as captações poderão ocorrer no próprio Hospital, que, então, passará a ser referência de captação de órgãos da região. As CIHDOTT são classificada em três níveis e, por se tratar de um hospital de alta complexidade, o Mestre Vitalino vai contar com a CIHDOTT tipo III.


HMV reconhece primeiro caso de possível doador de múltiplos órgãos – Após ser diagnosticada a morte encefálica de uma paciente que se encontrava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Mestre Vitalino, em Caruaru, integrantes da CIHDOTT da unidade entraram em contato com os familiares para explicar a importância da doação de órgãos após o diagnóstico. Com o cuidado de mostrar que não se tratava apenas de uma morte, mas da chance de oferecer uma vida nova a outras pessoas, a Comissão agiu para tentar realizar a primeira captação, após uma semana do treinamento junto a SES e à Central de Transplantes. “Infelizmente a cultura de algumas pessoas causam um bloqueio de conhecimento quanto à importância da doação. O papel da nossa equipe será justamente trabalhar com essas famílias e ajuda-las a entender a importância do processo”, conclui Mayara.

Localização

© 2017-2020 Hospital Mestre Vitalino. Todos os direitos reservados